Destaques Semanal

Dicas para facilitar na decoração de Natal nos condomínios

Por Redação Síndico Legal

Final do ano acaba de chegar, e junto com ele toda a alegria para a preparação para as festas de Natal e Ano Novo dos condomínios. Mas para representar bem essas festividades, nada como uma boa decoração não é mesmo?!

Essa época tão aguardada do ano, acaba trazendo consigo um dilema que é a famosa decoração de Natal, já que para muitas pessoas é tradição enfeitar suas casas, com luzes, árvores, entre outros detalhes.

E para que o seu condomínio não fique de fora dessa tradição, a equipe do Síndico Legal trouxe algumas dicas para deixar o seu condomínio harmonioso, sem ficar fora da tradição, e sem causar nenhum problema entre os condôminos.

Para começar a decorar, é preciso primeiro planejar. Começando pelo quanto pode ser investido na decoração natalina.

Se o valor para gastar já estiver previsto no orçamento anual, ou não for um custo muito alto, pode ser que não seja preciso fazer uma cota extra.

Caso contrário, é preciso expor em Assembleia, e mediante aprovação, definir qual valor será investido na decoração.

Para conseguir a aprovação, basta a maioria dos presentes votar a favor, ou seja, 50% mais um dos condôminos aceitarem a proposta.

 

  • Divisão: Algumas administradoras aconselham dividir as despesas com todos os moradores presentes no condomínio, já que os inquilinos estão usufruindo do condomínio, e da decoração, portanto devem arcar com as despesas também.

 

  • Ajuda: Para montar a decoração, o síndico pode sugerir uma comissão de moradores que se interessam e queiram colaborar. Até mesmo as crianças podem ser convocadas a ajudar, dessa forma irá promover também uma grande interação entre os condôminos.

 

  • Compras: Para comprar os materiais da decoração, é preferível que faça uma busca de orçamentos e opte pelas lojas mais em conta. Nas luzes, escolha as de LED, apesar de serem mais caras, elas são mais econômicas, portanto a energia não irá subir tanto, além do mais, elas são conhecidas por durarem mais, então poderão ser aproveitadas em outros anos. Outro ponto importante é verificar a qualidade dos produtos, escolher produtos que podem ser aproveitados posteriormente, para que não seja preciso fazer um novo grande investimento posteriormente.

Um fator importante é escolher o tipo de decoração que o condomínio deseja. Se a opção escolhida for algo simples, como lâmpadas ‘pisca-pisca’, nas árvores do próprio condomínio ou no jardim, e incrementar com enfeitas na portaria, dessa forma os funcionários mesmo conseguiram se encarregar de decorar.

Uma outra opção é colocar uma árvore de Natal no hall social, com caixas embaladas para simbolizar os presentes.

Essas opções são as mais em conta, já que na hora de montá-la, pode-se utilizar os enfeites dos anos anteriores, talvez o custo será a substituição das lâmpadas que estiverem queimadas, ou até mesmo algum enfeite quebrado.

Os síndicos podem optar por uma decoração sustentável, trabalhando a ecologia, e criando enfeites com materiais recicláveis, como garrafas pets, ou até mesmo revistas antigas, basta usar a criatividade.

Já nos condomínios comerciais, a opção geralmente é uma decoração mais elaborada, padrão e sem muito exagero.

Para a decoração de uma fachada, é bom saber que tem que preparar o bolso, pois dependendo da empresa escolhida, a decoração pode ultrapassar os R$10 mil. E para esses casos é imprescindível a contratação de uma mão de obra especializada, já que não é seguro para os funcionários fazer esse tipo de trabalho.

É importante destacar que os condomínios que optarem por uma decoração maior, tem que se antecipar, para decidir melhor sobre o orçamento e saber escolher a empresa que irá realizar o trabalho.

Vale destacar que com a proximidade do Natal, as empresas prestadoras de serviços vão ficando com menos tempo na agenda, pois a procura aumenta muito, e fora que o preço de última hora acaba sendo mais elevado também.

Cuidado com a eletricidade

Cuidado com a eletricidade

É importante alertar sobre o quanto a rede elétrica pode ser perigosa, e nessa época do ano muitos acidentes elétricos costumam acontecer, principalmente por conta da iluminação natalina.

Saiba escolher com cuidado os cordões de luz do ‘pisca-pisca’, eles devem ter boa procedência e ser também aprovada pelo instituto de controle de qualidade.

Antes de fazer a instalação é necessário conferir os itens da decoração, principalmente as decorações antigas. Verifique se estão em boas condições, se não possuem emendas, se é preciso fazer reparos.

Garante que os condutores possuem capacidade e resistência adequada, e principalmente se os enfeites que precisam de energia são compatíveis com a carga elétrica.

Não toque na fiação, nem tente substituir lâmpadas queimadas com o aparelho ligado à fonte de energia.

Na decoração exterior, como fachadas, jardins, grades e varandas, todo o cuidado é pouco, e deve ser redobrado, pois a umidade e com as chuvas aumentando nessa época do ano, aumentam também a probabilidade de acidentes.

Por fim, só ligue o equipamento na tomada após o término da montagem da decoração, dessa maneira, evitará que acidentes por falhas no isolamento dos fios ou nas emendas aconteçam.

É recomendado que não se deve fazer nenhuma instalação sem os devidos conhecimentos de segurança elétrica.

Para evitar qualquer problema, é recomendado que o síndico contrate um profissional devidamente habilitado, que possa fazer o serviço e até mesmo orientar na compra dos dispositivos adequados para fazer a instalação.

Sugestão

Sugestão

Em algumas cidades existem a opção de alugar a decoração natalina. Já que existem empresas especializadas em disponibilizar os itens de decoração em forma de aluguel. Dessa forma, é possível sempre variar a decoração de ano em ano, e sem gastar muito.

Em condomínios clube, uma opção diferente é montar uma equipe especializada em decoração, e fazer uma integração com as crianças.

Dessa maneira, os ‘pequeninos’ poderão ajudar e poderá ser feito diversos trabalhos com eles, até mesmo a conscientização de sustentabilidade por meio da decoração de Natal.

E já que estamos falando de Natal, nada melhor que manter o espírito natalino, do que uma ação social.

O condomínio pode promover uma ação, fazendo o recolhimento de roupas, brinquedos, alimentos não-perecíveis, e doar para alguma instituição de caridade, e podem montar uma equipe de condôminos para realizar a entrega.

 

 

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Faça seu anúncio no JS pelo WhatsApp