Administração CondominialCoaching e Liderança CondominialColunistasDra. Quelem MachadoEdição JS Nr 392, Dez 2018Edições

FELIZ ANO VELHO…

“ Coaching Condominial ’’

Feliz Ano Velho? É uma resenha do livro de Marcelo Rubem Paiva na qual leva o mesmo título? Não. Até poderia sê-lo, mas não é. O título é mais um convite. Diria até uma afirmação, uma constatação do que foi o ano de 2018. Desejamos sempre um Feliz Ano Novo e, sim, esse convite também se renova, mas hoje vamos celebrar um ANO VELHO. Topa?

Convite aceito (se chegou até aqui agora vamos até o final hein?). Pronto?
Para montarmos nossos projetos e sonhos para 2019, vamos celebrar o que 2018 trouxe para cada um de nós. Vamos construir nossa colcha de retalhos? Vamos encaixar e desencaixar? O convite é sobre ser e estar, sobre perenidade e coisas exauríveis, sobre deixar ir e deixar vir. Sobre os RE’s da nossa vida: recomeçar, remodelar, retornar, reiniciar, restart, reconstruir, reabrir, reconquistar, reanimar, re…, re… e mais re…!

Você já teve a oportunidade de ver uma colcha de retalhos? Ela é formada por pedacinhos e sobras de tecidos que tiveram algum destino mais nobre ou sofisticado. Cada sobra é emendada a outra sobra, mas poderíamos dizer sem nenhum tom pejorativo, os restos dos tecidos. E como seria sua colcha de retalhos da vida? Como seria a colcha de 2018? Quais lembranças você recortaria para compô-la? Quais os feitos que te marcaram a nível pessoal? Quais os ganhos na vida social? Quais foram as conquistas a nível profissional? Quais as imagens você colocaria em destaque? Recordar é viver. Relembre, recorde, reviva os bons momentos, recapitule os pequenos e grandes feitos. O que sua memória quer trazer à tona? Quais sentimentos e emoções vale a pena ser revividos? Quais lembranças você quer eternizar? E quais lembranças você vai deixar cair ao chão junto com os dos restos dos tecidos que serão varridos e jogados fora? E para sua nova colcha de retalhos celebremos o Ano Velho!

Já na arte do encaixe e desencaixe, te convidamos a deixar encaixado aquilo que constrói, aquilo que eleva, mantenha encaixado o que edifica e enobrece. Mantenha na construção da sua vida apenas as peças e encaixes que servem de progresso e avanço para 2019. E desencaixemos do seu pilar o que destrói, diminuiu e empobrece. Tire as peças que estão em desarmonia. E contemplemos o Ano Velho!
Seja você, sempre. Muitos vão gostar de você pelo que você é, e alguns exatamente pelo mesmo motivo não vão gostar de você. E está tudo bem com isso. Permita-se ser quem você é, e seja pleno de si. Ser pleno de si não quer dizer que já estamos completos, pois somos seres em constante evolução. Estar pleno de si é ter a autoconsciência das suas potencialidades e suas limitações. Temos a habilidade de aprender e desenvolver novas competências. Aprendamos com o Ano Velho!
Cuide e zele das situações e pessoas perenes. Preserve as pessoas que te são caras. Permita-se ainda, exaurir-se das coisas que te puxam pra trás. Quais os ganhos de ter pessoas certas ao nosso lado? Quem você torna perene? Quais triunfos e façanhas de 2018 valem se tornar permanentes e quais serão exauridas? E de novo, viva o Ano Velho!

Deixar ir. Liberar. Desvencilhar. Soltar o que não mais te pertence, deixar fluir para vir o novo. Deixar ir para deixar vir. O que fica de 2018? O que você levará para 2019? Libere o que não mais lhe acrescenta. E mais uma vez Feliz Ano Velho!
Muitas coisas foram vivenciadas por você, nos mais variados âmbitos: familiar, social, profissional, pessoal, saúde etc. Umas lembranças foram boas e excelentes e outras nem tanto, não é mesmo? Escolhas e atitudes foram tomadas no auge da emoção, outras foram pautadas na racionalidade, outras foram influenciadas pelo calor do grupo, outras ações foram decididas em nome da democracia ou pelo poder do ambiente. E faltando poucos dias para adentrarmos o ano de 2019, te convido a celebrar os ganhos, feitos, vitórias, êxitos, glórias e conquistas de 2018…

E para todos os acontecimentos que não valeram a pena, para tudo aquilo que foi descartado da colcha de retalhos, para tudo aquilo foi desencaixado e exaurido usemos os RE’s. Para as mais variadas situações, circunstâncias e acontecimentos, ratifico os RE: REcomece jornadas, REnove objetivos, REconstrua amizades, REtorne de onde parou, REmodele pessoas, REabra o coração, REconquiste cenários, REinicie projetos, REinvente hobbys, REforme, Restaure, Refaça, Rejuvenesça..

Um Feliz Ano Velho ao relembrar as proezas de 2018, e para 2019 escolha o seu RE…

Por Quelem Rodrigues
Analista Comportamental

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Faça seu anúncio no JS pelo WhatsApp
Close