Administração CondominialArtigosEdição JS Nr 390, Out 2018Edições

Esforço e dedicação para uma gestão eficiente

“ Síndico em Destaque ’’

Prosseguindo com esta coluna, Síndico em Destaque, a homenageada é a síndica Ana Carolina Mazurock(foto), gestora do condomínio Catharina Lansen, localizado na Rua 33 Sul Lote 12 , em Águas Claras. Nesta entrevista menciona as dificuldades que enfrentara quando assumiu o condomínio e o esforço que dedicou para ter uma gestão eficiente, freqüentando cursos, ouvindo palestras e experiências.

Logo de início preocupações com a manutenção predial que era inexistente e partiu para diversas obras impermeabilizando a garagem, implantou o projeto arquitetônico da área comum e entre outros benefícios instalou um eficiente sistema de segurança eletrônica.
Teve dificuldades com a construtora do bloco  e também com a empresa de conservação e limpeza, mas conseguiu superar esses problemas. 

Sua administração é imprescindível para subsídios de experiências na administração condominial.

Ana Carolina Mazurock, do condomínio Catharina Lansen, de Águas Claras

JS- O que é ser Síndica para a Senhora?
Ana Carolina– Então, ser sindica foi algo que caiu no meu colo. Fui aprendendo a gostar dos momentos e do crescimento pessoal que a função me trouxe.
Ser gestora realmente não é fácil, sempre sou questionada por moradores em relação às resoluções de conflitos e das situações variadas que necessitam de ponderação e mediação além das dificuldades diárias.
Após esses questionamentos e as diversas situações enfrentadas nesses quase quatro anos conclui que ser sindica, no meu caso moradora, é ser voluntária, que coloca amor e profissionalismo em tudo que faz.
É o prazer em servir!

JS- Como a Sra. faz pra conciliar suas atividades pessoais, com a de Síndico?

Ana Carolina- No inicio foi bastante complicado, pois assumi com o intuito de ajudar o condomínio que passava por depreciação, pulei de conselheira para sindica.
Quando me vi já estava passando madrugadas estudando, frequentando cursos e palestras buscando formas de organizar e melhora o nosso bem.
Aos poucos fui aprendendo a me organizar e hoje a função de sindica e de servidora publica caminha juntas tranquilamente. A família também é compreensiva e já se acostumou com a minha rotina de sindica.

JS- Quando assumiu quais os problemas e dificuldades encontradas e qual o maior problema que enfrentou ?

Ana Carolina- No inicio a falta de conhecimento trás muita ansiedade, o que para mim foi muito bom, pois nunca perdi tempo, e logo corria para buscar informações.
Outra situação foi por ser mulher e ser mais nova que os síndicos anteriores, tive que ser firme nas falas e nas ações mesmo sendo hostilizada em alguns momentos.
Tive varias situações complicadas. O prédio estava com muitos problemas de faltas de manutenções básicas e outras mais complexas, mas todas periódicas e necessárias.
Tive que começar do zero, refazendo 100% de manta da laje que cobre a garagem além da execução do projeto arquitetônico da área comum que já estava aprovado há alguns anos, passei por processo de falência de construtora, empresa prestadora de serviço de conservação e limpeza que não desenvolvi suas atividades de forma idônea, banho que esgoto, enxurradas em período de chuva forte, morador alterado agressivo, são infinitas as situações engraçadas e tristes. Sei que ainda não acabou, temos muito o que fazer por aqui.

JS- Quais foram as melhorais implantadas na sua gestão e qual economia o condomínio obteve com a implantação dessas melhorais?

Ana Carolina- Já fiz muita coisa, melhorias no sistema de segurança com câmeras modernas e iluminação, controle de acesso, infiltração, tubulações problemáticas, vazamento, melhorias nos espaços de convivência com a construção de jardins, reformas nos locais deteriorados como churrasqueira, banheiros e o espaço dos funcionários. No momento estamos ainda no processo de organização e melhorias, pois o próximo passo e a fachada e outras situações laudadas.
Todas essas manutenções corretivas estão acontecendo para que nos próximos anos tenhamos apenas as manutenções preventivas, trazendo as economias futuras necessárias.

JS- Como a sua administração faz para manter atualizada a inspeção predial ?

Ana Carolina- Temos um especialista que no auxilia para que todas as ações que já foram executadas e que ainda faltam, sejam bem desenvolvidas e relatadas para que tenhamos um trabalho continuo e atualizado.

JS- Cite Quais são os principais desafios no seu condomínio, no dia-a-dia?

Ana Carolina- Já tive muito desafios, muitos mesmo… mas o que mais sinto falta nesse momento e de empresas realmente qualificadas para a execução dos serviços, que saibam fazer orçamento entendendo as reais necessidades dos condomínios, que muitas vezes são trazidas já em laudos e cadernos específicos. Passei por muitas dificuldades nos períodos de orçamento em busca de empresas realmente qualificadas.

JS- Na sua opinião, quais são os elementos de sucesso para um bom Síndico e como os condôminos podem ajudar na Gestão? ‘

Ana Carolina- Hoje é importante que o síndico busque conhecimento, boas parcerias e acessórias para que a gestão seja eficiente e consiga sanar o máximo de dificuldades em tempo hábil e de forma definitiva. A participação efetiva dos condôminos também é muito importante, já trabalhei em equipe já trabalhei sozinha, e por experiência, esse ultimo ano tem sido o melhor. Os moradores tem buscado participar mais e tem tido maior liberdade para se exporem, o subsíndico e a presidente do conselho são bastante efetivos. Temos conseguido crescer muito mais desta forma
.
JS- Com respeito á acessibilidade, sustentabilidade e educação ambiental quais são os desafios ?

Ana Carolina- Durante a obra da área comum fizemos todo que foi possível para que os locais de convivência fossem de fácil acesso para as pessoas com necessidades especiais, como entradas largas e acesso com rampas. Já em relação a sustentabilidade e cuidado com o meio ambiente, a dificuldade de conscientizas mais de 400 pessoas entre adultos e crianças e bastante complexo. As pessoas ainda não abandonaram os costumes de arremessar lixo pela janela, por mais que tenhamos lixeiras separadas nos halls os moradores não separam os resíduos em suas casa.

JS- Hoje a segurança é uma questão primordial, quais medidas foram ou são tomadas para melhorar esta questão aqui no condomínio ?

Ana Carolina- Sempre que temos oportunidade modernizamos as câmeras e fazemos sempre o cadastro dos moradores e seus visitantes. Estamos tentando melhorar cada dia mais.

JS- Qual a mensagem você passaria para futuros síndicos?

Ana Carolina- Quando assumimos um condomínio já temos que ter em mente que tudo deve ser feito de forma ponderada e didática para que todos possam compreender e sempre ouvindo o que os moradores têm para dizer. Ter como apoio um conselho efetivo e um subsíndico que você possa contar.
E lembre-se ser arrojado, não ter medo de fazer o que é necessário, os desafios virão, mas todos são para crescimento e melhoria. Não é fácil cuidar de uma comunidade e representa-la, pois tudo é voltado para o bem comum, e infelizmente o mundo está individualista.

 

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Faça seu anúncio no JS pelo WhatsApp
Close