Ano 2020Destaques SemanalEdição JS Nr 409, Mai 2020

Limpeza e segurança em condomínios residenciais são ainda mais essenciais no período de combate ao Coronavírus.

“ Prevenção & Saúde ’’

Ficar em casa nunca foi tão importante quanto nesse período para se prevenir e evitar a disseminação do Coronavírus. Porém, nem todos podem se ausentar do ambiente de trabalho. E não são apenas os profissionais de saúde. Você já parou para observar que nos condomínios residenciais, por exemplo, as equipes de limpeza e segurança continuam trabalhando para manter a operação em ordem, preservando bem-estar dos moradores que estão trabalhando em casa?

É muito importante, que nesse momento, as lideranças dos condomínios ou empresas terceirizadas contratadas disponibilizem os equipamentos de proteção adequados e recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como luvas resistentes, máscaras e álcool em gel para profissionais da limpeza, zeladores, porteiros e seguranças. E que informem a todos sobre os procedimentos de segurança, tais como a importância de manter o distanciamento de pelo menos um metro e meio entre as pessoas, fazer higienização adequada das mãos, evitar o compartilhamento de objetos de uso pessoal, entre outros cuidados. Criar horários alternativos para esses trabalhadores também os ajuda a fugir dos horários de pico de movimento nos transportes, preservando-os.

Por isso, é muito importante, que nesse momento, as lideranças dos condomínios ou empresas terceirizadas contratadas disponibilizem os equipamentos de proteção adequados e recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como luvas resistentes, máscaras e álcool em gel para profissionais da limpeza, zeladores, porteiros e seguranças. E que informem a todos sobre os procedimentos de segurança, tais como a importância de manter o distanciamento de pelo menos um metro e meio entre as pessoas, fazer higienização adequada das mãos, evitar o compartilhamento de objetos de uso pessoal, entre outros cuidados. Criar horários alternativos para esses trabalhadores também os ajuda a fugir dos horários de pico de movimento nos transportes, preservando-os.

Vale repensar, ainda, a frequência com que deve ser feita a limpeza das áreas comuns, halls, elevadores e, principalmente, superfícies que são tocadas diversas vezes ao dia, como corrimões, maçanetas e biometria, que deve ser evitada. O uso de produtos adequados para execução desta dessas tarefas também ajuda no controle da higiene, evitando os riscos de contaminação: água sanitária, desinfetantes bactericidas, limpadores multiuso à base de cloro ou álcool, ou mesmo a simples combinação de água e sabão podem ser poderosos agentes combatentes do Coronavírus – desde que empregados da forma correta.

Disponibilizar álcool em gel 70% em áreas estratégicas para uso coletivo é também uma forma de estimular a higienização das mãos por parte dos condôminos e dos profissionais. Recomenda-se também manter janelas abertas para melhorar a ventilação.

E, como é dever de cada um pensar na segurança do outro, cabe lembrar que em meio à pandemia, o mais seguro é que se privilegie a comunicação via interfone com a portaria, ao invés de comparecer à guarita – a não ser que precise retirar encomendas. A recomendação, neste caso, é para que o morador mantenha certo distanciamento do porteiro e que descarte corretamente as embalagens ao abri-las.

Outra dica é para que substituam os capachos ou tapetes deixados à frente das portas das residências por panos umedecidos com água sanitária, criando mais uma barreira de entrada do vírus no ambiente, afinal, o vírus persiste em superfícies por algumas horas ou por vários dias, conforme condições climáticas do ambiente.

Por fim, há que se considerar que a violência tende a aumentar, tendo em vista as ruas mais desertas e à crise econômica que a pandemia irá causar. Por isso, pensando também na segurança nos condomínios, os moradores podem auxiliar informando à portaria quando forem receber visitas de prestadores de serviços.

Os responsáveis pela autorização do acesso somente deverão liberar a entrada no horário marcado e com a informação prévia por parte do condômino. Além disso, é fundamental redobrar a atenção nos momentos de chegada e de saída, antes de se afastar, garantindo que o portão tenha sido completamente fechado. Assim é possível evitar entradas furtivas – principalmente se a entrada do empreendimento (seja de pedestre ou de veículos) estiver fora do campo de visão da guarita.

Ainda pensando na segurança de todos, é importante alertar também que, com a possibilidade de coletas de exames laboratoriais para teste do Coronavírus e aplicações de vacinas domiciliares, assaltantes têm se disfarçado de profissionais da saúde para invadir casas e condomínios residenciais. Por isso, redobrem a atenção aos possíveis golpes.

Lembre-se de que a colaboração de todos afeta diretamente a qualidade de vida e a segurança nos condomínios. Por isso, contribua com o bem-estar coletivo e você também sairá ganhando.

Com a colaboração de: Rodrigo Lucca – Diretor Executivo da Verzani & Sandrini

Fonte Site:
www.clicksindico.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Indicamos para você!

Close
error: Content is protected !!
Faça seu anúncio no JS pelo WhatsApp