Últimas Notícias

Oposição na administração do condomínio: como agir?

Como o síndico pode lidar com a oposição, de modo a manter uma gestão harmoniosa e eficiente?

Assim como no meio político o administrador, seja ele presidente, governador, prefeito ou qualquer outro político, enfrenta uma oposição, no meio condominial o morador eleito síndico também pode enfrentar alguma “oposição” durante o período da sua gestão. Essa oposição se dá por diversos motivos como não concordâncias ou incompreensão sobre os motivos de determinadas atitudes tomadas pelo gestor do condomínio, problemas pessoais com alguns moradores, insatisfação com a atual gestão ou até mesmo brigas pelo poder interno. Como então o síndico pode lidar com a oposição, de modo a manter uma gestão harmoniosa e eficiente?
Existem várias formas de se resolver esses pequenos conflitos que podem gerar insatisfação e “oposição” à gestão do síndico, mas as formas fundamentais e mais simples para isso são a comunicação e divisão de tarefas.
Uma gestão que se comunique bem, que seja transparente, que mostre aos condôminos todos os problemas e impasses as soluções tomadas e os resultados obtidos, tende a evitar que mal entendidos sejam formados ou que os condôminos não compreendam os motivos das atitudes tomadas.
Dividir as tarefas com o corpo diretivo local (conselho e subsíndico), zelador e também demais condôminos, faz com que a carga sobre o síndico seja diminuída e consequentemente causa um sentimento de integração pois faz com que os moradores participem diretamente da gestão do condomínio além de também evitar, ou pelo menos causar uma diminuição dos mal entendidos e da incompreensão já que os mesmo estarão participando diretamente da gestão.
Muitas vezes acaba sendo difícil para o síndico realizar as atividades acima citadas e isso acaba causando uma insatisfação ainda maior na “oposição”. No entanto com o avanço da tecnologia, vários softwares de gestão de condomínios foram e estão sendo lançados no mercado.Esses softwares geralmente oferecem sistemas para: gestão administrativa, gestão de recursos humanos, gestão financeira e comunicação com os condôminos. Atualmente muitos síndicos e administradoras de condomínios contratam empresas que fornecem esses softwares de gestão já que os mesmo oferecem mais agilidade nos processos relativos a gestão e na comunicação com os condôminos.
Fonte Site Parceiro: www.sindiconews.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Faça seu anúncio no JS pelo WhatsApp