ArtigosColunistasCondomínio em PautaDoutora Doani BatistussiEdição JS Nr 385, Mai 2018Edições

Redes Sociais em condomínios e seus fatores positivos e negativos.

Atualmente, a participação em redes sociais é quase uma unanimidade da população.

Atualmente, a participação em redes sociais é quase uma unanimidade da população, portanto é difícil ficar de fora desses meios digitais, pois, como todos os tipos de comunicação, possuem aspectos positivos e negativos.

Muitos síndicos com intuito de dar mais transparência na sua gestão costumam criar grupos em aplicativos, grupos de e-mail, páginas em redes sociais, grupos de discussões em aplicativos etc., em que um grupo de pessoas, muitas das quais já sem relação com o condomínio, exteriorizam opiniões, positivas ou não, através dos mais diversos tipos de comentários que, voluntariamente ou não, no calor da emoção podem violar direitos de terceiros, caracterizando a ocorrência da injúria, calúnia, difamação, danos morais ou outra situação gravosa.

É importante destacar que tais grupos sejam fechados somente aos moradores do condomínio e como precaução devem evitar que pessoas estranhas ao condomínio tenham acesso as informações e discussões de interesse interno.

Dentre os aspectos positivos, as redes sociais facilitam o compartilhamento de informações, sendo aliadas na divulgação rápida de comunicados internos, rotinas, procedimentos entre outros, facilitando também a participação efetiva de cada morador na discussão de problemas do dia a dia do condomínio, além é claro em democratizar o processo de gestão e a operacionalização do condomínio.

Todavia, como tudo na vida existe os aspectos negativos, pois muitos moradores não sabem utilizar esse ferramenta de comunicação de forma correta, e utilizam esse meio para causar uma verdadeira desordem dentro do condomínio diante de muitas vezes fofocas e intrigas gerando conflitos, ofensas pessoais ou até deturpação de um comunicado.

A Síndica Profissional Doani Batistussi, afirma que, um dos grandes problemas em relação a comunicação nos aplicativos por exemplo, ocorre quando muitas das vezes um morador digita um texto com intuito de passar uma mensagem, e a pessoa receptora daquela mensagem interpreta de outra forma, gerando discussões muitas das vezes desnecessárias.

Por isso cuidado!
Por fim, é claro que, os meios digitais devem ser usados com muita cautela e moderação para não se transformarem em um instrumento de discórdia e conflitos entre os moradores.

Reflitam muito antes de escrever, evitem responder ou fazer colocações quando estiverem nervosos e alterados, tentem enxergar além do que está lendo, veja com empatia e bom senso as possíveis formas de interpretação, não tumultuem e lembrem que, assuntos pessoais devem ser tratados de forma privada, pois os danos podem ser bem maiores do que o próprio problema que relatou enfrentar.

Atenciosamente,
Doani Batistussi –
Síndica Profissional

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Faça seu anúncio no JS pelo WhatsApp
Close